Porto de Santos tem alta de 15,5% no valor das cargas movimentadas, a participação do Porto de Santos na balança comercial brasileira atingiu 27% no primeiro bimestre do ano

  • Brasil
  • |
  • 28 Mar 2018

Porto de Santos tem alta de 15,5% no valor das cargas movimentadas, a participação do Porto de Santos na balança comercial brasileira atingiu 27% no primeiro bimestre do ano

A participação do Porto de Santos na balança comercial brasileira atingiu 27% no primeiro bimestre do ano. No período, US$ 16,4 bilhões foram movimentados através do cais santista. Nos dois primeiros meses do ano, o valor comercial das cargas foi 15,5% maior do que no mesmo período de 2017.

Para o diretor de Relações com o Mercado e a Comunidade da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Cleveland Sampaio Lofrano, o percentual de participação do Porto na balança comercial é resultado da diversificação das mercadorias movimentadas no complexo. “Temos sempre o protagonismo e, com esse viés de recuperação econômica, crescemos em números relativos e absolutos. Nesta análise, a proporção é praticamente a mesma, mas os valores são maiores”, destacou. 

Em fevereiro, no País, a corrente de comércio (soma de importações e exportações) foi de US$ 60,8 bilhões. As exportações chegaram a US$ 34,2 bilhões e as importações, a US$ 26,6 milhões. 

Segundo os dados da estatal que administra o cais santista, em fevereiro, 25,5% do total exportado no País teve como origem o complexo marítimo. Essas operações geraram US$ 8,7 bilhões, aumento de 11,5% sobre o verificado em igual período de 2017. 

China, Estados Unidos e Argentina, respectivamente, foram os principais destinos das cargas embarcadas pelo Porto. Café, carnes e tratores foram as principais cargas exportadas quanto ao valor comercial.

No caso do café, que tem como principais compradores os Estados Unidos, Alemanha e Itália, houve uma baixa de 41,5% no volume exportado. Em fevereiro, 69.481 toneladas foram escoadas, contra 118.793 no mesmo mês do ano anterior. Já no acumulado, a marca é de 164.941, 30,4% menos do que nos dois primeiros meses do ano passado.

Os embarques de carne também registraram queda, desta vez, de 38,5% em fevereiro, quando o volume exportado foi de 44.782 toneladas. No segundo mês do ano passado, 72.759 toneladas foram embarcadas. Neste caso, China, Hong Kong, e Irã são os principais compradores da proteína brasileira. 

As importações realizadas no Porto foram responsáveis por US$ 7,7 bilhões, alta de 20,3% em relação a fevereiro de 2017. Neste caso, a participação do complexo marítimo foi de 29% sobre o total importado no País.

As importações por Santos chegaram principalmente da China, dos Estados Unidos e da Alemanha, respectivamente. As principais cargas foram gasóleo (óleo diesel), caixas de marchas e enxofre. 

Os desembarques de enxofre cresceram 4,3%, somando 262.600 toneladas. No ano, o volume importado foi de 449.042 toneladas, alta de 19,6% em relação às 375.480 toneladas desembarcadas no primeiro bimestre de 2017.

Já as importações de gasóleo caíram 31,5% no mês passado, alcançando 127,035 toneladas, contra 185.403 no mesmo mês de 2017. No bimestre, houve alta de 10,8%, com os desembarques de 358.231 toneladas.

Contêineres

“Para este ano, temos a tendência de bater mais um recorde. A estimativa é de uma safra menor, mas ainda bem forte. E já vemos a retomada das operações com contêineres, que são um termômetro da recuperação econômica. O que os terminais estão nos sinalizando é que o ano será muito bom sob esse aspecto”, destacou o diretor da Codesp. 

A movimentação de contêineres cresceu 12% no mês passado, quando 311.728 TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) foram movimentados no complexo santista, contra 278.277 TEU em fevereiro de 2017. No ano, 673.476 TEU passaram pelo cais santista, 15,3% a mais do que os 558.255 TEU do primeiro bimestre do ano passado.

Fonte: A Tribuna

Nossas últimas notícias

Nosso time está pronto para oferecer a melhor solução para o seu negócio. Faça uma cotação agora mesmo!

Copyright © 2020 ILS Cargo. Todos os direitos reservados.

Política de Privacidade

Brasil

SP: (+55) 11 2790-2600
RJ: (+55) 21 2290-1514

Estados Unidos

(+1) 305 718 3799

México

(+52) 55 63937900

Chile

(+56) 2 3246-9180

República Dominicana

(+1) 809 535 0214